LED na Industria

LED_Industria_lampada

O uso da tecnologia LED no Brasil

Com a crise de abastecimento hídrica e a escassez das fontes energéticas no mundo, a diminuição do consumo de energia elétrica tem se tornado um assunto de extrema importância no Brasil. E neste contexto, o uso da tecnologia LED (Light Emiting Diodes) está sendo bastante disseminado, visto que o uso da mesma ajuda a reduzir de maneira significativa o consumo de energia elétrica.  Essa tecnologia chega ao Brasil para ficar e contribuir para que as indústrias e consumidores finais consigam “fechar a conta” no final do mês.

No Brasil, grandes grupos industriais já têm projetos em andamento para substituir toda sua planta industrial usando a tecnologia LED na sua iluminação, porém essa substituição possui um alto custo. Imagine que para substituir uma lâmpada halógena dentro de uma indústria, exige uma programação muito detalhada para parar uma linha de produção (e isso significa custo), envolvendo diversos departamentos dentro da empresa.

LED_Industria

Além disso, apesar de já termos no Brasil diversas empresas que fabricam luminárias com LED, ainda dependemos da importação do componente, o que torna o produto ainda mais caro que as lâmpadas tradicionais. Entretanto, a substituição ainda é interessante, por diversos motivos.

As lâmpadas LED proporcionam uma intensidade de iluminação relativa a um consumo de energia muito baixo, reduzindo consequentemente o custo. Além disso, tem um longo tempo vida útil, aproximadamente 100.000 horas, bem superior às lâmpadas tradicionais. Outro ponto a ser levado em consideração é a de que apenas requerem um cabo de alimentação e não um feixe de fibra óptica, que em certas ocasiões é muito delicado sua aplicação. São consideradas como “lixo comum” por não possuírem componentes tóxicos ou necessidade de tratamento especial para descarte, não danificando o meio ambiente.  E ainda, não geram calor por não emitir raio infravermelho (muito interessante principalmente para locais refrigerados).

Recentemente, foi introduzida uma nova tecnologia de LED que se denomina chip-on-board e que permite concentrar um grande número de LED numa superfície muito reduzida, aumentando ainda mais o poder de iluminação.

De olho neste mercado que vem crescendo a cada dia, vários fabricantes de luminárias estão investindo de forma considerável para adaptar sua linha de produtos, e se organizando para conseguir uma redução no custo final do produto.